Goiânia: Cine Cultura exibe mostra de filmes dirigidos por mulheres

Entrada gratuita

O Cine Cultura, unidade da Secretaria de Cultura (Secult Goiás), exibe desta quinta-feira, dia 5, a sábado, dia 7, a 4ª edição da Elas Fazem Cinema: mostra de Filmes Dirigidos por Mulheres. Curtas e longas-metragens, entre ficções e documentários, de diretoras de Goiás e de diferentes regiões do País compõem o evento, que será seguido de debates e mesas redondas com diretoras, atrizes, personagens e colaboradoras convidadas.

A mostra tem entrada gratuita, e, além do Cine Cultura, terá atividades também no Cine UFG (Campus Samambaia). A abertura da será às 19 horas, com a exibição do filme Torre das Donzelas (foto), de Susanna Lira, com as presenças da personagem do filme, ex-prisioneira política, Iara Prado e da professora da Pontifícia Universidade Católica (PUC/GO), também ex-prisioneira política, Aparecida Skorupsky, com mediação da professora Alcilene Cavalcante.

Na grade do cinema, também segue em cartaz o filme Rafiki, do diretor Wanuri Kahiu, com ingressos a R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia).

Projeto de extensão

A mostra Elas Fazem Cinema é promovida pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Gênero e Cinema (GECI), vinculado à Faculdade de História da UFG, sob a coordenação da professora Alcilene Cavalcante (FH/UFG).

A iniciativa é um projeto de extensão da Faculdade de História, sem fins lucrativos, que enfatiza o protagonismo das mulheres que atuam por trás e diante das câmeras e problematizam questões de gênero em suas obras. Neste ano, a mostra se volta para a temática da violência contra as mulheres, em suas diferentes facetas, e conta com o apoio da Dra. Fernanda Fernandes, do NDH, da Defensoria Pública de Goiás.

A curadoria resulta de estudos de Gênero, Cinema e História, especialmente sobre o tema violência, que guiaram o levantamento de diferentes filmes realizados por mulheres no Brasil – promovido, inicialmente, por Patrícia Guedes e com a colaboração da professora Ceiça Ferreira.

As produções expõem a violência atravessa a sociedade, em seus diferentes estratos (gênero, classe, raça etnia geracional, sexual, regional), afetando ainda mais as mulheres, no atual cenário político-cultural brasileiro.

Sinopses

Rafiki (2019, Quênia/França/África do Sul, 82 min, 14 anos, dir: Wanuri Kahiu)
O filme Rafiki (que significa “amigos”) é uma coprodução que traz a história de amor entre duas jovens mulheres em um país que ainda criminaliza a homossexualidade. Kena e Ziki há muito tempo ouvem dizer que “boas meninas quenianas se tornam boas esposas quenianas” – mas elas anseiam por algo mais. Apesar da rivalidade política entre suas famílias, as meninas encorajam uma a outra a perseguir seus sonhos em uma sociedade conservadora. Quando o amor floresce entre elas, Kena e Ziki devem escolher entre felicidade e segurança.

Torre das Donzelas (2018, RJ, documentário, 97 min, 14 anos, dir: Susanna Lira) 40 anos após serem presas durante a ditadura militar na Torre das Donzelas, como era chamada a penitenciária feminina, ao lado da ex-presidente da República Dilma Roussef, um grupo de mulheres revisita a sua história em relatos carregados de emoção.

Tremor Iê (2019, CE, ficção, 89 min, 14 anos)
Anos depois de ser presa em uma manifestação popular em 2013, Janaína (Deyse Mara) consegue escapar da cadeia e descobre que um golpe político se instaurou no País. Percebendo que todas as suas companheiras de luta estão sendo detidas, ela planeja, junto com uma amiga, roubar o cadáver do ex-ditador marechal Castelo Branco para usar como moeda de troca com as novas autoridades brasileiras.

Programação completa da sala, de 5 a 7/09:
Dia 05/09 – Quinta-feira:
17h: Rafiki – ingresso R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia)
19h: Mostra Elas Fazem Cinema: Torre das Donzelas (2018, RJ, documentário, 97 min, 14 anos, dir: Susanna Lira) – entrada gratuita.
Após a sessão de Torre das Donzelas, mesa redonda com Iara Prado (Torre das Donzelas), Aparecida Skorupsky (PUC-GO), Alcilene Cavalcante (UFG/GECI) e Virgínia Peçanha (UFG/GECI).

Dia 06/09 – Sexta-feira:
17h: Rafiki – ingresso R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia)
19h: Mostra Elas Fazem Cinema: sessão dos curtas-metragens ÀTona (2018, DF, doc, 15 min, 12 anos), A Bicicleta (2019, GO, ficção, 12 min, livre), Assim (2013, AM, ficção, 13 min, livre), Peripatético (2017, SP, ficção, 15 min, livre) – entrada gratuita.

Após a sessão de curtas, mesa redonda com Ceiça Ferreira (UEG), Dr.ª Fernanda Fernandes (NDH – Defensoria Pública de Goiás), Milena Ribeiro (cineasta GO) e Larissa Fernandes (GECI/ Panaceia Filmes).

Dia 07/09 – Sábado:
15h: Mostra Elas Fazem Cinema: sessão dos curtas-metragens O Retorno de Vênus(2019, GO, ficção, 17 min, 12 anos), Desvelo (2012, BA, ficção, 15 min, 16 anos), Kuña Porã – Matriarcas Kaiowa e Guarani (2018, MS, doc, 28 min, livre) – entrada gratuita.
Após a sessão de curtas, mesa redonda com Fabiana Fernandes (MS), Pollyanna Vaz (UEG); Vanessa Goveia (GO) e Naira Rosana (IFG/ UFG/ GECI).
19h: Mostra Elas Fazem Cinema: Tremor Iê (2019, CE, ficção, 89 min, 14 anos) – entrada gratuita.
Após a sessão de Tremor Iê, mesa redonda com Lívia de Paiva (cineasta), Polly Di (produtora), Eronilde Nascimento (Mães de Maio do Cerrado), Patrícia Guedes da Silva (UFG/GECI) e Lara Marinho (UFG/GECI).

Comunicação Setorial Secult Goiás