Brasileiro conquista o tri pan-americano no levantamento de peso


País também ganhou medalha de ouro no cavalo com alças

Por Agência Brasil 

Os Jogos Pan-Americanos de Lima estão a todo vapor e o Brasil segue conquistando medalhas. Foram medalhas na ginástica artística, levantamento de peso, boliche, vôlei de praia, boxe e tiro esportivo. E outras ainda poderão vir no boxe, em lutas de Hebert da Conceição, Iasmin Ferreira e Flávia Figueiredo, programadas para a noite de hoje (30). Além disso, o handebol feminino já garantiu uma medalha, resta saber só a cor. A definição virá na final contra a Argentina, às 22h30.

Até agora, o Brasil já conquistou 34 medalhas; 10 de ouro, 8 de prata e 16 de bronze. O Brasil ocupa o 3º lugar no quadro de medalhas, está atrás de Estados Unidos (64) e México(43).

Ouro no Levantamento de peso

Fernando Reis conquistou o tri pan-americano no levantamento de peso. Com uma performance impecável, Reis somou 420 quilos levantados, somando o arranco e o arremesso, e garantiu com folga a medalha de ouro. Muito superior aos seus adversários, ele levantou 21 quilos a mais que o segundo colocado, o cubano Luis Manuel Lauret, com 399 quilos.

OURO! Fernando Reis brilha mais uma vez e garante o tricampeonato no levantamento de peso nos Jogos Pan-Americanos! Parabéns!!! #orgulho

Ver imagem no Twitter

Reis foi para sua última tentativa com o ouro já garantido e levantou 230 quilos, algo que nenhum dos demais atletas chegou perto de levantar. Ao confirmar o levantamento, o brasileiro arrancou aplausos do público no Coliseu Mariscal Cáceres, em Lima.

Ouro na Ginástica artística

O ginasta Chico Barretto ganhou a medalha de ouro no cavalo com alças, na tarde de hoje. O brasileiro recebeu a maior nota dos oito atletas da final do aparelho. Obteve 13.533 pontos. Completam o pódio o estadunidense Robert Neff, com 13.466 pontos, e o colombiano Carlos Alberto Calvo, com 13.233.

OURO! Mais uma medalha de ouro para o Brasil nos Jogos Pan-Americanos Lima2019. Francisco Barretto é campeão da prova individual no cavalo com alças. Parabéns!!

Foto: Alexandre Loureiro/COB

Arthur Zanetti ficou com a medalha de prata nas argolas, prova da qual é o atual campeão olímpico. Ele conseguiu 14.400 pontos, ficando atrás do mexicano Fabian de Luna, que fez 14.500 pontos. Zanetti teve uma boa performance, mas cometeu um pequeno erro e perdeu pontos importantes, que poderiam garantir a medalha de ouro. O bronze ficou para o argentino Federico Martin Molinari, com 14.066 pontos. Considerado favorito ao ouro, o brasileiro não escondeu sua decepção com a prata. Na mesma prova, Caio Souza ficou em quarto lugar.

Nas barras assimétricas, Lorranne Oliveira ficou em quarto lugar, com 13.833 pontos. A brasileira perdeu o bronze por pouco mais de 100 pontos. A terceira colocada, a canadense Elisabeth Ann Black, fez 14.000 pontos. Na mesma prova, Caroline Pedro ficou em sétimo, com 12.766 pontos.

Prata no Boliche

Marcelo Stuartz ficou com a medalha de prata ao perder na final para o estadunidense Nicholas Pate. A vitória brasileira não veio por muito pouco. Pate terminou a partida com 190 pontos e Stuartz com 189.

Bronze no Vôlei de praia

Ângela Rebouças e Carol Horta conquistaram a medalha de bronze no vôlei de praia, na tarde de hoje. Elas venceram as cubanas Maylen Delís e Leila Martínez por 2 sets a 0, em uma partida bastante disputada.

Depois de um início de primeiro set ruim, as cubanas se recuperaram e passaram a frente da dupla brasileira. Ângela e Carol, porém, tiveram força para tirar os pontos e viraram na reta final do set, quando chegaram aos 16 pontos. As cubanas tentaram uma nova virada, mas Carol explorou o bloqueio e fechou o set: 21 a 19.

O segundo set foi ainda mais equilibrado. Era ponto lá, ponto cá e ninguém desgarrava no placar. A dupla brasileira garantiu o bronze após uma jogada de contra-ataque de Carol, novamente explorando o bloqueio cubano.

Bronze no Boxe

Abner Teixeira perdeu a semifinal da categoria pesado até 91 kg para o cubano Erislandy Cotilla. Com a derrota, ele garante a medalha de bronze. Os dois lutadores fizeram um combate equilibrado. Mais ágil, Abner foi bastante eficiente nas esquivas mas, o cubano, mais alto e com maior envergadura, conectou mais golpes.

PUNHOS DE BRONZE!!!

Abner Teixeira foi derrotado na decisão dividida dos juízes para sobrinho do lendário Felix Savón, tricampeão olímpico, na semifinal da categoria até 91kg e garantiu o lugar no pódio!

Ver imagem no Twitter

Já Jucielen Romeu garantiu vaga na final do peso galo feminino após vencer a estadunidense Yarisel Ramirez, por decisão unânime dos juízes. A brasileira venceu os três rounds e enfrentará a argentina Leonela Sanchez. Keno Marley Machado também chegou à final, após vencer o mexicano Rogelio Torres, por decisão unânime dos juízes, na categoria semipesado (até 81 kg). Jucielen e Keno entram no ringue novamente, para a disputa do ouro, na próxima quinta-feira (1º).

Bronze no Tiro esportivo

Robert Schmits ganhou a medalha de bronze ao disputar a final da fossa olímpica. Ele fez 32 pontos, atrás dos estadunidenses Brian Burrows, com 43, e Derek Haldeman, com 40. Esse é o segundo bronze do Brasil no tiro esportivo. Júlio Almeida havia conquistado a sua medalha na categoria pistola de ar 10 metros.

É BROOOOOONZEEEE!

Roberto Schmits, o Schmitão, conquistou o bronze na fossa olímpica aos 51 anos e no terceiro e último Pan dele! E fez um agradecimento muito especial à Alessandra Dutra, preparadora mental do COB

Ver imagem no Twitter

Tênis

O dia também foi bom para o Brasil no tênis. Na segunda rodada do torneio de duplas masculino, João Menezes e Thiago Wild venceram a dupla da Guatemala, Wilfredo Gonzalez e Stefan Gonzalez, por 2 sets a 0, parciais de 6 a 1 e 6 a 4.

Wild também venceu no torneio de simples. A vitória, pela segunda rodada, veio em cima de Kevin King, dos Estados Unidos, por 2 sets a 0, parciais de 6 a 4 e 6 a 2.

Pela primeira rodada do torneio individual feminino, Luisa Stefani venceu a mexicana Giuliana Olmos por 2 sets a 1, parciais de 6 a 2 para a brasileira, 7 a 6 para a mexicana e 6 a 2 para a brasileira no desempate.

Já Carolina Meligeni venceu a canadense Rebecca Marino de virada. O primeiro set foi da canadense, 7 a 4. Os outros dois foram de Carolina, ambos por 6 a 4.